ARAUTOS DA RAINHA E MENSAGEIRA DA PAZ

Desde o dia 7 de fevereiro de 1991, Nossa Senhora Rainha e Mensageira da Paz, Nosso Senhor Jesus Cristo, o Amantíssimo Coração de São José,o Divino Espírito Santo, os Santos e os Anjos, aparecem frequentemente na cidade de Jacareí-SP, Brasil, ao Vidente Marcos Tadeu Teixeira, e fazem a humanidade um último apelo à conversão.

“DEUS está visitando a Terra nestes últimos tempos nas Minhas Aparições, de uma forma nunca vista! Está perto de vós... Está ao alcance de vossos corações! Ele vem como o Rei de Majestade, mas a Sua voz é como a de um pobre peregrino; que pede um pouco de amor, que pede um pouco de atenção, que pede que entregueis as vossas vidas completamente a Ele... Não defraudeis o SENHOR! Não o decepcioneis fugindo dEle, fugindo de Sua vontade ou do plano que Ele tem para vós! As Minhas Aparições são o último chamamento que o SENHOR faz para vós! Atendei ao Seu chamado, escutai a voz do SENHOR que vos chama em cada palavra de Minhas Mensagens! "(Nossa Senhora, Jacareí-SP, 2007)

domingo, 2 de outubro de 2016

25.09.2016 MENSAGEM DE NOSSA SENHORA E SANTA HILDA

VÍDEO:



JACAREÍ, 25 DE SETEMBRO DE 2016
CLIQUE NO LINK E OUÇA:
554ª AULA DA ESCOLA DE SANTIDADE E AMOR DE NOSSA SENHORA
MENSAGEM DE NOSSA SENHORA E SANTA HILDA
AO VIDENTE MARCOS TADEU TEIXEIRA NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ



(Maria Santíssima): “Queridos filhos, hoje, convido vocês novamente a meditarem mais na Minha Mensagem de La Salette.
Este tempo é o tempo propício para a meditação da Minha Mensagem e do Meu Segredo de La Salette. Para que compreendam um pouco mais quanto é profunda a Minha Dor por ver que mesmo depois de 170 anos daquela Minha Aparição, Minhas Lágrimas continuam descendo continuamente dos Meus olhos.
Porque os Meus filhos permanecem com os seus corações completamente endurecidos no pecado, no mal e raramente encontro uma alma capaz de renunciar ao pecado para poder viver na graça de Deus.
E se renunciar ao pecado e viver na graça de Deus já é raro, já é raro encontrar almas assim. Muito mais raras são as almas capazes de deixar tudo, até mesmo os seus sonhos, os seus interesses, os seus planos pessoais.
Para se darem totalmente a Mim como Meus escravos de amor, para viver só por Mim, só para Mim, existindo, pensando, trabalhando, sofrendo, falando, caminhando, agindo só por Mim, só para Mim. E para Me tornar sempre mais conhecida e amada por todos os Meus filhos do mundo inteiro.
Oh, como são raras essas almas! Eu mesma disse à Melanie, que os Meus Apóstolos dos Últimos Tempos seriam pobres segundo o mundo, mas muito ricos da graça e do amor de Deus. Pois bem, são tão maus estes tempos em que vocês vivem, que não encontro esses apóstolos pobres das coisas mundanas. Que não tem amor, que não tem afeição às coisas mundanas, às honrarias, ao dinheiro, às coisas materiais, aos prazeres, às criaturas para amar e pensar só e unicamente em Mim.
Não encontro essas almas pobres de si mesmas, de suas vontades, de seus desejos, de seus apegos mundanos. Para serem cheias só da Minha Chama de Amor, só de verdadeiro amor pelo Senhor e por Mim.
É por isso que uma espada de dor profunda ainda permanece encravada no Meu Coração e com exceção de umas poucas almas raras como o ouro e entre elas encontra-se o Meu filhinho Marcos. Não encontro em quase ninguém um amor capaz de renunciar a tudo, de desprender-se de tudo para viver tão só e puramente por Mim.
É por isso que vocês devem dar a conhecer a Minha mensagem e o Meu Segredo de La Salette urgentemente para que os Meus filhos vendo e compreendendo esta Minha dor possam sentir a necessidade de Me amar, de doar as suas vidas só para Mim, de entregar-se totalmente  ao Meu serviço, não buscando e não querendo amar mais nada fora de Mim.
E assim, levantem-se muitas e generosas almas de todas as partes do mundo para darem as suas vidas a Mim, para viverem só Comigo, por Mim e em Mim para glória de Deus.
As Minhas Lágrimas continuam descendo dos Meus olhos maternos, porque bato à porta de muitos corações pedindo a eles que Me deem seus corações, suas vidas, que renunciem a si mesmos, à sua vontade, aos seus planos para serem só Meus. Para viverem Comigo e fazerem de Mim a sua vida, para fazerem do Meu plano o seu plano.
Mas, tudo o que encontro é egoísmo, dureza de coração e frieza. Almas que não são capazes de renunciar à sua opinião, ao seu querer, aos seus planos para fazer tão só e exclusivamente a Minha Vontade.
Quanto egoísmo, quanto amor próprio encontro sobre a face da Terra! Já não há mais almas capazes de esquecerem-se de si mesmas, de sua vontade, de seu querer, de seus planos para fazer de Mim a sua vida.
A maioria das pessoas logo já na flor da juventude abandona-Me, abandona o Senhor para viverem a sua vida, para fazerem a sua vida como querem. E como são poucas as almas cheias de amor capazes de fazer de Mim a sua vida.
Por isso, não há mais almas santas. Por isso não há mais almas vítimas de amor capazes de serem os para raios para deter os raios da Justiça Divina, que o mundo provoca todos os dias sempre mais com pecados sem conta.
E é por isso que os castigos, sobretudo os terremotos aumentaram tanto nas últimas décadas e continuarão a aumentar, porque já não há mais almas generosas, não há mais almas abrasadas de amor capazes de sacrificar a sua própria vida a Mim, a Deus vivendo Comigo uma vida só de oração, só de sacrifício, só de serviço, só de trabalho pela salvação das almas, só de imolação pela salvação das almas.
É por isso também que aumentaram tanto no meio de vocês as doenças graves e incuráveis, as secas, as pestes, as epidemias, as inundações, os maremotos, os castigos tantos da natureza, a falta de paz e harmonia nas famílias, a violência.
Porque já não há mais almas generosas que detenham estes males com o incenso da sua oração, com o perfume das suas vidas completamente consagradas a Deus e a Mim, com a mirra dos seus sacrifícios diários oferecidos Comigo e por meio de Mim ao Eterno para aplacar a Sua Justiça, ofendida e inflamada pelos pecados do mundo.
Não há mais almas de puro amor abrasadas da Minha chama de amor capazes de dizer não à sua vontade e aos seus planos para viverem a Minha vontade. E para junto Comigo viverem o coro das almas advogadas, das almas intercessoras, das almas vítimas. Que com suas orações e com o sacrifício quotidiano, diário, da sua vontade, da sua vida imolada ao Pai juntamente Comigo para aplacar e deter os raios da Ira de Deus.
É por isso, que Eu continuo vertendo Lágrimas copiosas já não mais em La Salette, mas em tantas partes do mundo. E muitas vezes nas Minhas Imagens lágrimas até de sangue, para mostrar aos Meus filhos quanto é grande a Minha Dor, porque tenho que segurar os raios da Ira Divina sozinha.
Porque não há mais almas generosas, almas amorosas capazes de oferecer suas vidas junto Comigo, para Me ajudarem a aplacar a Ira do Eterno ofendido e traído pelos Seus próprios filhos.
Sim, como é grande a dor do Coração do Pai do Céu traído todos os dias pelos Seus filhos. Traem-No hora a hora com os seus pecados, com as suas ingratidões, com as suas blasfêmias, com a sua vida mundana repleta de pecado.
Traem-No, traem o Seu Amor que os criou, que lhes conserva a vida, que lhes deu tantas graças, tantas bênçãos, que lhes deu o mundo para nele viverem.
E usam tudo isso, os dons, as graças o mundo em que vivem, o próprio corpo, a própria inteligência e vontade só para trair o amor do Pai, só para ofendê-Lo, só para magoá-Lo.
Como é grande a dor do Coração desse Pai que não é amado e é traído a todo o momento pelos Seus filhos, minuto a minuto traem-No. E essas traições sobem ao Coração Dele como agudas espadas que o transpassam e O fazem sofrer.
Meus filhos, já é o momento de verdadeiramente os Apóstolos dos Últimos Tempos, as almas generosas, abrasadas com a Minha Chama de Amor, levantarem-se de todas as partes do mundo e formarem Comigo o coro das almas generosas, das almas rosas místicas de amor, que Eu tanto pedi em Montichiari, que Eu tanto pedi Aqui e mesmo em La Salette. Pois as rosas que coroavam Minha cabeça circundavam o Meu Coração e Meus pés eram a corte das almas rosas místicas de amor que Eu tanto queria, que Eu tanto procurava, que Eu tanto pedia.
Aqui, com o Meu filhinho Marcos, Minha rosa mística incessante de amor, Minha chama incessante de amor, quero almas completamente imbuídas e totalmente imersas deste espírito, desse espírito de amor, de sacrifício, de doação da própria vida.
Para desagravar o amor traído do Pai do Céu, para aplacar a Sua Justiça inflamada contra tantos pecados e traições dos Seus próprios filhos.
E para juntamente Comigo estas almas novamente alegrarem o Coração de Deus, fazendo-No sentir-Se melhor, por ver que pelo menos Aqui neste local bendito das Minhas Aparições em Jacareí, Ele tem verdadeiramente um belo jardim de rosas místicas de verdadeiro amor.
Que juntamente com o Meu filhinho Marcos, a maior rosa mística de amor que tenho na Terra. Cultivadas estas rosas, esse jardim, cultivado pessoalmente por Mim para dar a Ele todos os dias o suave perfume do verdadeiro amor, da verdadeira obediência, da verdadeira generosidade, da verdadeira vida de sacrifício.
Por isso Aqui, na Minha Ordem Religiosa só quero: almas completamente imbuídas deste espírito e totalmente mortas para si mesmo, para o mundo e para tudo o que se relaciona com o mundo.
Para que assim, verdadeiramente sendo só e exclusivamente Meus, Meu Coração possa dar a Deus todos os dias a alegria de ver que Aqui cultivo um verdadeiro jardim de rosas místicas de amor, de oração, de sacrifício. E esquecimento, martírio pessoal de si mesmo, voluntário, espontâneo todos os dias, para dar a Deus verdadeiramente, o suave e odorífero perfume do Amor!
E mesmo os Meus filhos leigos, deles exijo este espírito de amor, de renúncia às coisas mundanas, de desprendimento de tudo aquilo que é do mundo e leva para longe de Deus. Quero deles um espírito de verdadeiro amor ao Meu Rosário, às orações que Aqui vos dei e pedi.
E também, um verdadeiro espírito de sacrifício pessoal, que significa: aceitar as cruzes da própria família e do trabalho de cada dia.
Fazendo isto, poderão ser embora não sejam do Meu Jardim especial, predileto e seleto de rosas místicas de amor da Minha Ordem Religiosa.
Poderão ser ainda no mundo, no meio do pântano do mundo: pequenas margaridas de amor. Que com a sua simplicidade, sua pureza, seu perfume e sua beleza poderão ainda também atrair os olhos do Altíssimo.
E assim, fazer descer sobre esta humanidade completamente corroída pelo espírito do mal e do pecado, raios de graças, chuva de misericórdia e de salvação para tantas almas que tanto necessitam.
Aqui, verdadeiramente desejo que o Meu Jardim de rosas místicas de amor seja o mais belo de toda a história da humanidade. Para que assim, o Eterno verdadeiramente olhe para o Meu Jardim e por causa dos Meus servos, dos Seus servidores fiéis. Aqui, Ele possa derramar a Sua grande Misericórdia sobre tantas almas que correm o grave risco de se condenarem eternamente.
E que sem a vossa ajuda, sem a vossa vida doada para a salvação deles, sacrificada pelo bem eterno deles nunca poderão salvar-se sozinhas.
Por isso, quero verdadeiramente levar-vos a mais alta santidade. Eu teria muitas e maiores Mensagens para dar-vos, mas a vossa lentidão em viver as Mensagens que já dei, Me impede de dá-las.
É preciso agora avançar, dar um passo adiante, crescer, deixar para trás o amor infantil, a fé infantil, a compreensão infantil das coisas de Deus e das Minhas Palavras. E crescer na compreensão do verdadeiro amor, na compreensão das Minhas Palavras, do que significa santidade, do que significa sacrifício da própria vida, imolação da própria vida, para que outras muitas vidas possam ser salvas e reviver.
É preciso avançar no entendimento do que é o perfeito amor que Eu quero. Para que verdadeiramente vocês se tornem aquelas rosas místicas de perfeito e supremo amor que Eu vim Aqui procurar, cultivar para dar ao Meu Senhor.
Eu desejo que vós possais dar a Minha Mensagem de La Salette através dos Filmes que o Meu filhinho Marcos fez desta Aparição ao conhecimento de todos o mais depressa possível.
Porque somente quando os Meus filhos compreenderem a Minha grande Dor. E como o Meu Coração ainda hoje não foi correspondido no amor que espera dos Seus filhos. Só assim, as almas sentirão a necessidade de me amar e de Me consolar, de Me reparar e de Me desagravar. E de se tronarem os Apóstolos dos Últimos Tempos que Eu tanto quero e que Eu tanto desejo.
Se vós fizerdes isto, Meus filhos, então, Meu Coração depressa fará com que as trevas se afastem da humanidade, com que a nuvem peçonhenta da apostasia, da perda da fé, do comunismo, do ateísmo, das heresias se afastem do mundo.
E então, verdadeiramente o Brasil e o restante do mundo se tornarão o Meu jardim mundial de rosas místicas de amor. Então será o Triunfo do Meu Coração Imaculado.
Então, o Meu filho Jesus reinará por meio de Mim para sempre e finalmente vós gozareis de um novo, duradouro e perpétuo tempo de felicidade e paz.
Continuem rezando o Meu Rosário todos os dias, pois por meio dele cada vez mais vos levarei a vos tornardes Minhas rosas místicas de amor.

A todos Eu abençoo agora com amor de La Salette, de Lourdes e de Jacareí.”






(Santa Hilda): “Amados irmãos Meus, Eu, Hilda, alegro-Me novamente por vir a vós juntamente com a Nossa Rainha Santíssima.
Meus amados irmãos, sede pequenas margaridas místicas: de simplicidade, de candura, de modéstia e de amor dando as vossas vidas completamente para Ela. Para que por meio Dela Ela possa verdadeiramente realizar nas vossas vidas o Seu Plano Materno de Amor.
Sede margaridas místicas de amor, vivendo cada dia na simplicidade, desapegando-vos de tudo que é supérfluo, procurando viver unicamente com o essencial, dando a Deus e à Mãe de Deus muito mais do que as vossas coisas, dando a Eles vossa vida, vosso coração.
Pois não são as vossas coisas o que Deus quer, mas sim vós mesmos. Dai a Ele o vosso coração e tereis dado tudo e nada mais tereis que dar ao Senhor e à Sua Mãe.
Se fizerdes isso, sereis verdadeiramente margaridas cândidas, místicas de amor. Que para si mesmas não querem nada, glória alguma, comodidade, prazer ou mordomia alguma. E que unicamente querem encantar, alegrar e dar o carinho, a beleza, o encanto da sua candura para aquele que a contempla para aquele que a possui, para aquele que a cultiva.
Sede as margaridas místicas de amor, vivendo continuamente neste espírito de modéstia, de doação de vós mesmos a Deus e à Mãe de Deus completamente.
Se viverdes assim, verdadeiramente vós dareis a Ela um grande poder místico: de oração, de sacrifício e penitência todos os dias. Para que ela possa barrar os raios da Justiça Divina inflamados contra tantos crimes e pecados que todos os dias se cometem. Minuto a minuto, mais uma alma trai o amor de Deus Pai. E o Seu Coração já não pode mais suportar tantas traições, tantas ingratidões dos Seus próprios filhos.
É por isso que são necessárias tantas almas margaridas místicas de amor. Que com a sua candura, com a sua vida repleta de amor, de sacrifício, de doação, de desapego de si mesmas de renúncia ao seu ‘eu’ e ao seu querer. Possam dar ao Pai Eterno o encanto e o perfume, de sua pureza, de sua santidade, de sua vida completamente imolada ao Pai, para dar a Ele alegria e para com as suas vidas suplicar a conversão de tantas almas que tanto necessitam.
Quando uma alma dá a sua vida totalmente a Deus e à Mãe de Deus pela vida consagrada e religiosa. Só por existir sua vida já se torna uma contínua e incessante oração, um contínuo sacrifício que unido ao sacrifício do Cordeiro Imolado e também da Corredentora da humanidade aplaca a Ira Divina, clama Misericórdia do Pai e perdão para os pecados do povo.
Afasta muitos castigos que o mundo merecia por suas ingratidões e traições ao amor de Deus. Atrai muitas e grandiosas graças, bênçãos para a humanidade, para as lavouras, plantações, para as casas, para a humanidade em geral. E, sobretudo, a graça da Paz.
É por isso que a violência aumentou tanto neste mundo nos últimos tempos, nos últimos anos. Porque diminuiu consideravelmente o número de almas verdadeiramente consagradas a Deus que vivem santamente sua vocação.
Não havendo quem com o sacrifício da sua vida doada a Deus, para impedir o avanço do mal e de satanás, o castigo da humanidade foi ter o aumento da violência, das guerras por todos os lados.
E as famílias que antes produziam os Santos, as almas consagradas santas para impedir o mal com a doação de suas vidas a Deus. Agora tem o seu justo Castigo. Por terem tirado o Rosário, a Oração, o ensino religioso das famílias que produziam tantos santos, as famílias agora colhem o próprio veneno e o Castigo da sua apostasia.
Geram apenas filhos maus, jovens violentos, egoístas, frios, duros de coração insensíveis para com os sofrimentos de seus pais. E que muitas vezes até os maltratam, ignoram, desprezam e abandonam.
E esses filhos fazem sofrer as outras famílias propagando e espalhando a violência, a maldade e os crimes por todos os lados. Eis o salário do afastamento de Deus, da Sua Mãe e da oração.
Se as famílias voltarem a produzir os santos como antigamente, as almas consagradas a Deus, boas como antigamente. Então, Deus mandará depressa o Anjo da Paz dar a Paz ao mundo. 
Que as Mães sejam como Eu fui que eduquem os seus filhos não para o mundo, mas para o Senhor. Não para os prazeres da Terra, mas para as alegrias e as coisas do Céu. Não para as mulheres da Terra, mas para a mais bela Mulher do Céu, a Virgem Maria!
 Sim, que as mães sejam como Eu fui e façam como Eu fiz e das suas famílias voltarão a sair os filhos Santos como outrora. Que irão com as suas vidas repleta de oração e de santidade deter muitos males, muitos castigos. Farão recuar a violência e farão com que a Paz verdadeiramente seja dada pelo Altíssimo à terra novamente feliz, por ver que há filhos na Terra, que verdadeiramente o amam mais que tudo e acima de tudo.
 Que os pais sejam como Eu e eduquem suas filhas não para os prazeres mundanos ou para apenas os amores da Terra. Mas para o verdadeiro e belo amor do Céu que é Nosso Senhor Jesus Cristo, Nosso Amor, Nossa Vida e Nosso Tudo.
E então, verdadeiramente produzirão as Santas como antigamente havia que com as suas vidas repletas de amor, oração e sacrifício atrairão os olhos de Jesus para a humanidade. E por causa Dela, Suas servas, suas servidoras derramará um oceano, um dilúvio de misericórdia sobre a Terra inteira.
Eu, Hilda, peço a todos que continuem rezando o Rosário da Mãe de Deus, pois com Ele as famílias de vocês, as vossas famílias verdadeiramente transformar-se-ão em jardins. Em jardins de rosas místicas de amor e em verdadeiras vinhas que produzirão muitos frutos santos: de amor, de beleza, de fidelidade, de obediência que encantarão os olhos do Senhor.
Santos! Produzi novos Santos das vossas famílias e o mundo voltará a ter Paz!
Amai mais a Deus e mais a Mãe de Deus crescendo neste verdadeiro amor, que Ela tanto deseja de vós e dando à Mãe de Deus finalmente vosso coração, vosso ‘sim’ e o vosso amor filial. Não buscando nenhum interesse em Deus e nem na Mãe Deus.
Servir por amor, rezar por amor, viver por amor, dedicar-se a Eles por amor, sofrer por amor, chorar por amor a Eles, esperar neles por amor, morrer por amor.
Que a vida de vocês seja assim, e então, verdadeiramente tereis dado a Deus tudo.
A todos Eu abençoo agora com amor com a Mãe de Deus de Lourdes, de Fátima e de Jacareí.”